“c a s a” de Elsa Pereira

23 e 24 de Janeiro (online) Abril de 2021 no antigo Jardim de Infância de Mosteiró*

“A sensação de não pertencer a nenhum lugar é comum entre as pessoas que habitam territórios de fronteira, mas também o contrário, a ideia de minha mátria, minha terra, se confunde com o “ser eu”. Tendo passado por tudo isso, chegando a viver “do outro lado do rio”, amanhecer novamente no ponto de partida, serão os “porquês” dessa jornada cheia de curvas e ladeiras, mas também de esperança e luz de amanhecer. Sons que fazem viajar no tempo e no espaço num convite para passar novamente pelo coração, para lembrar e reconciliar. Incorporar essas emoções será o ponto de partida desta peça e também colocar o foco na ideia errada de ser humanxs. (Re)posicionar o olhar na paisagem, o ambiente e recuperar uma escuta animal. Construir um abrigo para ser mais eu mesmx agora.”

Elsa Pereira

“Tenho formação em dança contemporânea, butoh, palhaço e interpretação teatral. Oriento desde 2017, um laboratório de movimento com o qual pretendo alcançar e agitar corpos cada vez mais reais. Em 2019, viajo para o Porto para realizar um programa de criação contemporânea. É aqui que entro em contacto com a Faculdade de Arquitetura do Porto  inicio um processo de investigação sobre a obra do arquiteto Álvaro Siza e a sua relação com a luz e a ideia de corpo / materia no espaço, apresentando uma peça site specific para corredor estreito e voz.

Nesse mesmo ano, dirijo “Pz pop”, o primeiro trabalho exibido dentro da Formação Avançada facultado pela Companhia Instável e que se mantém work-in-progress.

Com Pedro Galante, co-dirijo e interpreto “Ingrain”, projeto em que a matéria é mais uma vez o foco e o motor da ação. É a reivindicação de um olhar sobre o ser humano e a sua relação com a natureza como alimento e a paisagem como companheira sempre presente. Atualmente, no processo de criação do meu solo C A S A , germinou a ideia de um lugar que nunca é próprio nem de ninguém, nem um refúgio.”

*A primeira parte desta Residência foi concretizada nos dias 23 e 24 de janeiro pela plataforma Zoom e a segunda fase está agendada para Abril.

Além da cedência do equipamento e espaço de trabalho do antigo jardim de infância de Mosteiró e a pedido da artista, EIXO acompanhará o projeto com mentoria de Malena Albarracín

___

“c a s a” – contrapartida a definir

Abril 2021 no Espaço Social e Cultural de Mosteiró

sinopse em atualização

Espaço Social e Cultural de Mosteiró (Rua da Carvalheirada nº 10 / Mosteiró)